EcoModas e Faol se unem para espalhar sementes de árvore da Mata Atlântica

A Nova Faol buscou na EcoModas uma solução sustentável para conscientizar os milhares de usuários que utilizam diariamente a frota de ônibus que circula na cidade de Nova Friburgo. Neste sentido, foi criado o Projeto "Uma passagem para um mundo mais verde" que visa contemplar a respectiva cidade serrana com mais de 30 mil sementes e mudas.

Tal parceria, firmada no final do ano passado, já contribuiu com o plantio e distribuição de mais de 2 mil mudas e sementes. Dando sequência no projeto já em janeiro de 2020, serão distribuídas mais de 10 mil sementes da espécie Palmito-juçara, também conhecida como Juçaí que, inclusive, tornou-se a árvore símbolo da EcoModas pela preservação da Mata Atlântica.

Inicialmente, as referidas sementes, obtidas em matrizes da própria região, serão distribuídas na Estação Livre àqueles que realizarem o recarregamento do cartão Fricard. Está previsto também a distribuição das sementes dentro dos ônibus, de algumas linhas, para que haja a multiplicação desta espécie para diversas partes de Nova Friburgo. As sementes úmidas para acelerar o processo de germinação, vale lembrar, estão sendo acomodadas em embalagem contendo um rótulo que traz informações do projeto, dicas para reutilizar a embalagem, um endereço na internet e um QR Code que levará o usuário diretamente para a página do projeto. 

"Conversando com o diretor da Nova Faol, Paulo Valente, pude observar o compromisso da empresa em criar algo sério neste contexto ecológico. Logo, vimos a possibilidade de semear a consciência ambiental para os quatro cantos de Nova Friburgo envolvendo a própria população.

Nossa meta pela EcoModas, mais do que produzir produtos ecológicos e prestar serviços na área sustentável, é plantar o máximo de árvores e semear a consciência ambiental na cabeça das pessoas de modo a fazer com que haja a adesão e multiplicação de ações que contemplem a preservação do meio ambiente. Aliás, costumo dizer que sustentabilidade não se faz e nunca se fará sozinho, é necessário a participação de todos para construção de um mundo melhor, e é exatamente o objetivo deste projeto: envolver o máximo de pessoas para que cada um possa exercer ações individuais pelo bem coletivo" - comentou Alex Santos, diretor de projetos e comunicação da EcoModas.

A referida árvore está entre as ameaçadas de extinção por conta da extração ilegal do palmito, ou seja, as pessoas cortam uma palmeira de 15 a 20 metros de altura para aproveitar cerca de 30cm de palmito e, uma vez cortada, a mesma não rebrota. Seus frutos alimentam mais de 60 animais silvestres que vivem no bioma da Mata Atlântica e sua frutificação acontece, geralmente, no período em que há estiagem de alimentos dentro da Mata Atlântica.

 

Deixe um comentário

Notícias sempre verdinhas!

Cadastre-se para ficar por dentro das nossas novidades.